Je suis Charlie

20:09


No seguimento do atentado de ontem à redação do jornal francês Charlie Hedbo, não sei como existem religiões, ou pessoas, como preferirem, que acham heróico o ato de tirar a vida a outra pessoa. Pela liberdade de expressão! #Jesuischarlie

You Might Also Like

7 comentários

  1. O erro é julgarmos uma religião inteira por atos de alguns cretinos extremistas.

    ResponderEliminar
  2. Passei o dia a relembrar-me da tragédia. São actos inconcebíveis...

    ResponderEliminar
  3. para os islâmicos a matança em nome da religião é a forma mais glorificadora de alcançarem o Paraíso daí que para eles o suicídio/homicídio devido a casos como este não sejam tão estranhos quanto isso. mas, aos nossos olhos, obviamente que é exagerado. é daqueles assuntos que por muito que se discutam nunca geram uma opinião unânime...

    ResponderEliminar
  4. Eu neste momento não tenho religião, mas cresci no meio da religião católica e sempre me ri com as paródias ao catolicismo. Esta "gente" radicalista que diz defender a sua religião não se devião dizer crentes, porque um deus supostamente é bom e nunca mandaria matar

    ResponderEliminar
  5. Penso que nem são religiões, nem pessoas. São uns idiotas que nem os mandamentos da religião sabem interpretar, porque não há nenhuma religião que mande matar. :/

    ResponderEliminar
  6. O caso aqui são as pessoas. Aliás, estes casos são sempre pessoas, que quaisquer que sejam os motivos que evocam, nunca nada justifica, nem justificará, a morte de outro ser humano. O problema aqui é o indivíduo e isto é algo que muitas pessoas, infelizmente, ainda não entenderam.

    ResponderEliminar
  7. Também ainda nem acredito nem entendo

    ResponderEliminar