Trabalhar onde nos valorizem

11:00


Trabalhar no estrangeiro é a alternativa para muitos jovens portugueses. Cá trabalhamos muitas horas, maior parte das vezes fora da área de estudo, já para não falar no vergonhoso ordenado. Agora que estão na moda os estágios não remunerados e os do IEFP, as ofertas não passam disso. Aproveitam-se da inexperiência da pessoa e eu sei porque já fiz dois estágios não remunerados e, para além de exigentes, não me mantiveram nada motivada, porque para as pessoas nós não temos nome, somos a estagiário ou o estagiário, que no prazo de 3 ou 6 meses será trocado por outro coitado desesperado à procura de ganhar qualificações e experiência. Por isso a alternativa é mesmo ir para o estrangeiro. Nunca coloquei de parte esta ideia, embora seja uma ideia assustadora, os meus pais não investiram na minha formação, para ganhar 500€ ao fim do mês. Eu sei que há muita gente que gostava de ganhar o que eu ganho, mas se for a pensar assim nunca sairei do mesmo. A primeira oportunidade vou agarrá-la, porque o meu sonho sempre foi “triunfar” a nível profissional.

You Might Also Like

16 comentários

  1. Também já pensei em ir para outro país, mas veremos o que o fuuturo me reserva :)

    ResponderEliminar
  2. Eu acho que fazes muito bem! Temos que lutar pelo nosso futuro...


    *Beijinhos*
    Caty<3
    http://myfairytale4.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  3. Acho que deves realmente agarrar as oportunidades que te surgirem! ;)
    Se temos um sonho devemos ir atrás dele ou iremos nos arrepender de nunca o ter feito!

    xoxo

    ResponderEliminar
  4. Mesmo... Sentes exatamente o mesmo que eu...
    Sinto tanto isso... Pior é que eu só ganho 480€... É triste ter tirado uma licenciatura e um mestrado para nada....

    ResponderEliminar
  5. Já tive a oportunidade, por duas vezes, de ir para fora do país. Mas a ideia de ir sozinha e me ver num país estranho sem nenhum apoio foi demasiado assustadora para mim. Nem me posso queixar do meu trabalho mas assim que conseguir agarrar uma oportunidade melhor (de preferência em Portugal) não a vou largar! E fazes tu muito bem em desejar sempre o melhor para a tua vida!

    ResponderEliminar
  6. Eu começo a ficar cansada de esperar pela distribuição de verbas para começar a fazer o estágio profissional que já foi aceite. No final do mesmo, se as coisas correrem bem para o meu lado e para o lado do meu namorado, é provável que eu vá para o estrangeiro. Aqui em Portugal não se ganha bem sendo técnica de turismo e é um emprego que muitos consideram ser de escravos mas também depende dos postos de trabalho. Gostava de triunfar no estrangeiro e, quem sabe, fazer o meu própria negócio mas sei que isso é "mais bem" recebido no estrangeiro do que no país natal.

    ResponderEliminar
  7. Eu de certeza que para o ano vou para fora. Não porque quero, mas infelizmente porque tem de ser :|

    ResponderEliminar
  8. Enquanto olharem para as pessoas como um número dificilmente as coisas correram melhor

    ResponderEliminar
  9. tenho uma amiga minha que está há um ano (ou até mais se calhar) a ganhar somente para os transportes por que está à espera que aprovem um estágio profissional. não estamos a falar sequer de um trabalho, mas sim de um estágio! por que é que ela se sujeita? talvez na esperança de poder vir a ganhar algo mais com isso. mas enquanto que ela pode dar-se a esse luxo, de trabalhar somente para pagar os transportes, há quem não possa.
    eu digo sempre isso às pessoas. é bonito querer ganhar experiência sem ganhar nada, ou ganhar somente para os transportes mas as pessoas que não podem fazê-lo por terem custos demasiado elevados no que toca a transportes devem sujeitar-se a isso? quem é que acaba por sair sobrecarregado com tudo isto? os pais pois claro.
    NINGUÉM deveria sujeitar-se a situações semelhantes só para ganhar experiência. ninguém nasce ensinado e infelizmente em Portugal as empresas parecem ver as pessoas inexperientes como uma espécie de doença a evitar.

    ResponderEliminar
  10. E realmente nos dias que correm, o mais sensato é encarar o estrangeiro como uma hipótese mais que viável. Espero que, fiques cá ou vás para fora, um dia consigas atingir o sucesso na tua carreira e ser feliz :)

    ResponderEliminar
  11. A vida profissional está realmente muito complicada, é certo. Mas eu também sou daquelas que pensa que devemos arriscar e acreditar no nosso valor! E não nos sujeitarmos a tudo. Porque essa atitude dá força às entidades patronais, que indevidamente são capazes de dizer "não queres 500€ há quem queira", "não queres trabalhar das 8h às 8h há quem queira", "não aceitas 3€\hora há quem aceite", ... e outras coisas que tais. Sei que há gente desesperada mas no global são essas atitudes de "aceitar" tudo que ajuda os "patrões" a ganharem força. Por isso, acredita em ti e vai sondando o mercado. mostra que és original, e que tens garra e capacidade! Boa sorte!

    ResponderEliminar
  12. Bem te percebo, também já fiz estágio curricular e agora tenho a sorte de estar num do IEFP (é muito bom enquanto dura se a empresa for boa cntg) pq ja tive num outro, garças adeus não assinei nada, 3 dias e vim embora.. eles exploram-nos mesmo! mas pronto pensa que pelo menos tens trabalho, motiva-te a juntar e quem sabe um dia mais perto do que pensas estás a triunfar :) beijinho *

    ResponderEliminar
  13. Também é uma oportunidade que mantenho em aberto.

    ResponderEliminar