A tragédia do meco e os meios

17:30


Já passou mais de um ano e o assunto continua ao rubro, como se ontem tivesse ocorrido. Conhecia uma pessoa que perdeu a vida nesta noite e convivo com uma que era bastante próxima das famílias. O desejo de se apurar a verdade é gigantesco, mas toda esta polémica também é desnecessária. Os órgãos sociais têm de saber respeitar as pessoas e quando digo isto refiro-me especialmente à televisão que muita qualidade tem perdido com a estratégia de “encher chouriços”. Enquanto noutros países os telejornais se resumem às principais notícias e duram aproximadamente meia hora, cá duram mais de uma hora e até falam da Maria Josefina que comprou uma toalha nova para a mesa da cozinha. Não faz sentido.

You Might Also Like

15 comentários

  1. É uma verdade e sei bem disso, porque era do copa e conhecia-os a quase todos.. é muito triste andarem sempre em cima das pessoas e a chatear as outras!

    ResponderEliminar
  2. Concordo plenamente. Os media de Portugal estão cada vez piores e menos focados no que interessa.

    ResponderEliminar
  3. Eu acho que está na altura de deixar os familiares em paz. Eles são os próprios a procurar respostas e estão no seu direito, mas não necessitam de tanto mediatismo!

    ResponderEliminar
  4. Sim... já há uns dias comentei com os meus pais isso. Os media adoram encher chouriços, mexer e remexer os assuntos. Não dizem nada de novo, não sabem mais nada... mas continuam a insistir na mesma história. Nem imagino o sofrimento dessas famílias, mas ter os órgãos sociais sempre a remexer no assunto também não deve ser nada agradável... enfim, há coisas que nunca hão de mudar no nosso país...

    http://the-blog-ofmylife.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  5. Concordo contigo, infelizmente é o que alimenta o povo é a tragédia, dos outros está claro, porque é isso que dá audiências é isso que ser quer ver.
    Para mim gostava apenas de saber quem teve a culpa e porque razão o tal dux não diz nada, com o tempo que passou já poderia ter falado, já poderia ter dito o que aconteceu e o porquê de tanta coisa. Como também acho que se esperavam que os pais dos que faleceram fossem simpáticos quando ele quis falar, se estavam há espera de receber pancadinhas nas costas e um abraço quando ele está ali junto da familia e as restantes familias perderam os seus filhos!
    Estou revoltada com esta história.

    ResponderEliminar
  6. Cá, a maior parte das notícias não são notícias. Virou tudo uma revista cor de rosa...

    ResponderEliminar
  7. É verdade. Sinceramente, estou cansada de ouvir sempre as mesmas coisas.
    Em relação ao tempo, ainda me lembro quando duravam uma hora. Está constantemente a aumentar o tempo.
    kiss na cheek

    ResponderEliminar
  8. Honestamente mal vejo Tv, entao o telejornal é pra esquecer looool nada de jeito

    http://insporcelain.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  9. Honestamente, acho que há muito tempo que a tragédia do meco perdeu o foco principal - entender o que realmente aconteceu. Em relação às outras notícias, infelizmente dão prioridade a coisas que não fazem sentido

    ResponderEliminar
  10. A família precisa de paz , que parem de falar ....

    ResponderEliminar
  11. A todas, bem-vindas ao século da informação; os canais só oferecem aquilo que vende. Acreditem que a toalha nova da Josefina e os "doutores" que foram estudar biologia marinha são aquilo que mais audiências dá.

    É triste? É fado.

    ResponderEliminar
  12. Concordo plenamente, ganhavam mais se apenas mostrassem o essencial!

    ResponderEliminar