Passaram-me à frente #2

14:55


Já tinha feito uma publicação acerca deste assunto e decidi apaga-la, porque achei que estava a ser injusta, que estava a pensar mal e que de certa forma até poderia ser mal interpretada. Mas depois pensei que isto é o meu espaço e que ninguém tem de me julgar por isto, sinto-me mal e triste por uma situação e se quero registá-la aqui, vou fazê-lo.


Na minha empresa há um rapaz que entrou algum tempo depois de mim, para ser precisa uns 3 ou 4 meses, também não sei bem. Ao contrário de mim que fiz alguns estágios antes de arranjar um emprego “sério”, ele teve a sorte de sair da faculdade e encontrar logo isto (fico contente que ainda aconteçam estas coisas). Agora, não fico contente é quando surge uma oportunidade nova e que pensem nele para ocupar esse cargo, menosprezando-me a mim e  outras colegas que se encontram na mesma situação que eu. Porque é que vão promover o rapaz que menos tarefas desempenhou? Porque é que não promovem as pessoas que chegam sempre mais cedo, que em mais projetos estiveram envolvidas, que mais currículo e tempo de casa têm? Não acho justo e não acho que mereço isto da parte deles, porque sempre fui uma pessoa empenhada e ambiciosa, algo que nunca lhes escondi, uma vez que no final do meu primeiro contrato fiz questão de dizer que domino as tarefas que desempenho, também graças a estágios que já realizei e que ambiciono e PRECISO de fazer coisas novas. 

You Might Also Like

8 comentários

  1. És mesmo isso Audrey, este é o teu espaço deves publicar o que quiseres :)
    Realmente é uma situação chata e da maneira como a contas também acho que faz todo o sentido terem-te escolhido a ti ou outras pessoas com mais tempo de casa e curriculo!

    ResponderEliminar
  2. sinto o mesmo na empresa onde trabalho. tenho uma colega que está sempre a faltar, é má profissional em certos campos, e mesmo assim acaba por receber mais elogios do que todos os outros, nós, aqueles que levam o trabalho a sério. um dia tive de ir trabalhar na minha folga por que a senhorita tinha metido baixa (mais uma vez) e ninguém me agradeceu. mas deixei a dica:
    se eu não tivesse vindo quem é que ficava mal visto? ela por passar a vida a meter baixa ou eu por não prescindir da minha folga para vir trabalhar?

    como diz a minha mãe, a vida é para os espertos.

    ResponderEliminar
  3. Olá, consigo plenamente identificar-me com o que descreves e já passei pelo mesmo pelo que sei o que é sentir a decepção na pele.

    Por outro lado, e não querendo escolher um lado, há um conjunto de fatores a ponderar (e atenção que não conheço a área da empresa, as vossas funções ou qualquer uma das pessoas envolvidas): será esse rapaz mais competente para a função embora tenha menos currículo e experiência? essa pessoa tem carteira de clientes e vai adaptar-se melhor à função? será que para a empresa não é mais vantajoso promovê-lo a ele (ordenado mais baixo, faz mais horas sem reclamar porque é novo e tem de se sujeitar...).

    Pode tudo ser uma estratégia da empresa de forma a gastarem menos dinheiro em ordenados ou têm mais vantagens na escolha de determinada pessoa.

    ResponderEliminar
  4. Também não acho que faça sentido, uma vez que há pessoas (tu incluída) que estão lá há mais tempo e que já tiveram oportunidade de mostrar o que vale. É uma falta de consideração por vocês

    ResponderEliminar
  5. É normal que te sintas triste...eu também ficaria! E tens todo o direito de dizer o que pensas, o blogue é teu e não estás a ofender ninguém!
    Beijinhos, Cátia

    ResponderEliminar
  6. Quem sabe se o rapaz não tem um padrinho dentro da empresa?

    ResponderEliminar
  7. Realmente... não faz lá muito sentido não. Era de esperar que fossem pela experiência, mas pelos vistos não. Eu não quero deitar mais achas para a fogueira, mas atrevo-me a questionar se isto será por ele ser rapaz? Não seria a primeira vez, e nem será a última, infelizmente.

    Boa sorte! Espero que te considerem para futuras oportunidades/tarefas.

    ResponderEliminar
  8. Sendo como falaste só há uma possibilidade: é tudo uma questão de preferência. Ou ele tem Cunha, ou tem uma sorte tremenda! Tens de ter calma e aguentar. Muitas vezes as empresas são injustas só mesmo porque sim e porque lhes apetece.
    R: obrigada, em termos de design ainda ando a fazer umas alterações. Ainda não está a 100%

    ResponderEliminar