Modo: Zangada

17:30


Estou cansada, frustrada, zangada, aborrecida, saturada, farta, insatisfeita, stressada, irritada, desgastada, desapontada, chateada,  deprimida, cheia, descontente, enfastiada, triste e desmotivada com o meu trabalho. Na minha situação, acho injusto receber o ordenado mínimo (com os descontos fica menos que o ordenado mínimo). Uma coisa é quando acabo os estágios e começar um emprego a receber isto, não é nada mau e fiquei muito contente quando arranjei. Outra coisa é quando estamos há quase um ano na mesma empresa, com tudo na mesma como no início. Não quero parecer injusta ou ingrata mas, quais as alternativas que tenho?

A) Abandonar o meu sonho que me dá pouco dinheiro e ir trabalhar para uma loja de roupa (sempre se ganha mais e atenção, para as pessoas que disserem que não sei do que falo, EU ESTOU A FALAR COM CONHECIMENTO DE CAUSA, não sei como é com os vossos amigos mas sei o que acontece com os meus);

B) Desistir do trabalho e ir para o desemprego;

C) Aguentar-me, afinal há muita gente em pior situação.


Recuso-me a aceitar a hipótese C, detesto as pessoas que pensam dessa forma. Devemos querer sempre mais e neste momento eu PRECISO de mais. Não acho normal uma pessoa que trabalha a turnos numa loja receber mais que uma pessoa a full time numa empresa (mais uma vez estou a falar com base em situações reais). Não acho normal andar a estudar para isto, para não ter qualquer reconhecimento e ainda olharem para mim como a miúda lá da empresa. Epá não, está tudo errado neste país, nestes patrões, nestas mentalidades. E não me venham dizer que o dinheiro não proporciona felicidade, porque para mim não é verdade. À mínima oportunidade vou-me embora, não dá mais. 

You Might Also Like

16 comentários

  1. Podes sempre propor uma promoção minima ao teu patrão e dizeres que achas injusto. R: não sei, estamos um bocado em meio termo :s

    ResponderEliminar
  2. Oh querida :'(( opa entendo-te tão bem, como já te tinha dito às vezes tenho a sensação que nunca estou bem em nenhum lugar para onde vá trabaçhar, ou não ganho bem, ou sou "explorada" ou não me dou bem com as pessoas, ou porque não gosto, ou porque faço demais ou porque não faço nada... por isso entendo-te muito bem, porque pior que estar no desemprego é estar a trabalhar 8 horas e epa não haver qualquer tipo de reconhcimento e nisso concordo plenamente contigo! já fiz part time no continente e ganhava 300 e tal euros, e tu aí 8h e só recebes o ordenado minimo? oh se te entendo! é uma escravidão! mas luta, luta por ti, ai ou noutro lugar, mas pensa bem também *** alguma coisa podemos trocar mails ** <3

    ResponderEliminar
  3. Concordo completamente contigo, e provavelmente na tua situação faria o mesmo porque tu estudaste para isso e esforçaste-te bastante e o teu esforço realmente não está ser reconhecido

    ResponderEliminar
  4. Espero que consigas encontrar algum lugar onde sejas realmente valorizada pelo trabalho que desempenhas querida, força

    ResponderEliminar
  5. Força ... Eu ando á procura de trabalho e eu recuso-me a desistir, sei que vou encontrar alguma coisa, custe o que custar e a ti vai aparecer-te uma oportunidade muito melhor e que tu mereces :)

    ResponderEliminar
  6. eu acrescento a alínea D) Vai em frente, dá o salto, arrisca, faz o que tiveres de fazer, mas faz e faz com gosto... não suporto ver pessoas desanimadas...

    ResponderEliminar
  7. Vai mandando o curriculo para outras empresas da área, tenta marcar entrevistas e pode ser que haja alguma empresa que te suscite interesse e te ofereça oportunidades que a tua não oferece... Não podes é desistir!

    ResponderEliminar
  8. Lamento imenso pelo que estás a passar... E pelo facto de nem receberes o ordenado minimo, sequer. Aconselho-te a procurares algo enquanto tás aí...

    ResponderEliminar
  9. Partilho, infelizmente, do teu sentimento! Mas eu, enquanto não surgir uma oportunidade tenho de me resignar à opção C. Não tenho outra escolha! Há contas para pagar todos os meses e só posso contar comigo...

    ResponderEliminar
  10. Ainda não conheço a realidade do mercado de trabalho mas até tenho medo de quando lá chegar!

    ResponderEliminar
  11. Hello. Eu escolhi a opção de aguentar... POrque é um estágio profissional e terá uma nota... :/

    Beijinho.

    ResponderEliminar
  12. Força querida.
    Infelizmente compreendo-te e bem. parece que andamos a mendigar para recebermos tão pouco e mesmo que nos esforcemos há tão poucas prespetivas.

    ResponderEliminar
  13. Ui, como te compreendo! E de facto ganha-se mais a part-time numa loja do que a trabalhar non-stop com um curso na mão

    ResponderEliminar
  14. neste momento tb estou assim no meu trabalho, mas pelo menos falta menos de um mês para o contrato terminar e eu já sei que não vou ficar.
    estive numa situação parecida há um ano atrás, e decidi tomar as rédeas e abandonar a certeza de um ordenado, pela incerteza do desemprego, porque sabia que aproveitaria melhor o meu tempo à procura de algo que me fizesse verdadeiramente feliz, do que continuar e sentir-me miseravel

    ResponderEliminar
  15. Tenho pena que assim seja...espero que encontres um emprego que realmente te realize! Vai procurando enquanto ainda estás empregada nessa empresa, pode ser que surja alguma coisa! Boa sorte :)

    ResponderEliminar
  16. Continua a procurar alguma coisa melhor enquanto estás nessa situação :/

    ResponderEliminar