O que aprendemos depois da faculdade

15:10


Desde que terminei a faculdade fui completamente atirada aos lobos. Ainda sem experiência comecei a enviar currículos para empresas, sem saber como me iria safar ou como iria aplicar todos os conhecimentos que aprendi na faculdade. Tenho levado várias chapadas da vida, por mais que me esforce. Parece que a sorte não gosta de mim e se gosta, anda a brincar às escondidas. Dos vários estágios que realizei, foram ZERO as perspetivas futuras nessas empresas e mesmo com alguma experiência, consegui arranjar o emprego mais baixo que podia ter arranjado, vinha disfarçado de emprego de sonho com um laço a tapar a podridão.

Depois disto, tive de aprender a ser paciente e persistente. A ir várias vezes por semana a entrevistas e aprender a ouvir um não, quando a minha esperança já estava no nível máximo. Tive de aprender a olhar para trás do papel de embrulho rosa com brilhantes, de cada oferta de emprego e perceber que às vezes para atingirmos os nossos sonhos, temos de cair 1000 vezes e pedir ajuda para nos levantarmos 999 vezes.


Quando arranjei o emprego que julgava que era o “tal”, aprendi que nem sempre estamos satisfeitos com o que fazemos e por mais que trabalhemos, às vezes o esforço não é recompensado. Tive de habituar-me a levantar-me todos os dias antes do sol nascer e a acordar da viagem sempre que chego à estação de destino. Tive de aprender a fazer frente e a vincar a minha posição, para não me deixar pisar. Tive de aprender a ser uma adulta a sério.

You Might Also Like

15 comentários

  1. Adorei o desabafo! Começo a sentir-me como tu, por muito que me esforce parece que nunca estou satisfeita com nada e depois é mesmo essa comparação do embrulho.. ao ínicio parece tudo tão bom, prometem mundos e fundos, espero que se mantenha assim, mas também já estou à espera de tudo !

    ResponderEliminar
  2. Acho que nos dias que correm acontece a toda a gente. Já fiz estágios curriculares e estou em profissional agora e as prespectivas são "tens de trabalhar para te poder pagar", como se eu andasse só a carregar um computador atrás.
    E ainda hoje estou à espera de umas quantas respostas a currículos e entrevistas!

    ResponderEliminar
  3. Acho que nos dias que correm acontece a toda a gente. Já fiz estágios curriculares e estou em profissional agora e as prespectivas são "tens de trabalhar para te poder pagar", como se eu andasse só a carregar um computador atrás.
    E ainda hoje estou à espera de umas quantas respostas a currículos e entrevistas!

    ResponderEliminar
  4. Eu tenho esse medo, de não me sentir realizada... Mas não podemos deixar que ele nos domine, certeza um dia chegará o teu dia e vais ver que valeu a pena esperares (:

    ResponderEliminar
  5. Vou mostrar isto ao meu namorado!

    ResponderEliminar
  6. Acho que vamos passar todos por isso. Algumas empresas só aceitam estágios porque ou são não remunerados ou recebem ajuda do estado e se vamos como gestores, saímos de lá a saber o tipo de café preferido de toda a gente. Conheço alguns casos que infelizmente foram assim, até entrarem na empresa certa. E eu confesso que o mercado de trabalho assusta-me imenso!

    ResponderEliminar
  7. Tenho tanto medo de quando for a minha vez de ser lançada ao "lobos"!

    ResponderEliminar
  8. Gostei muito deste texto!! Sinto uma ansiedade tal de quando chegar a essa fase!! Não quero nada que ela chegue, ainda não me sinto preparada!

    ResponderEliminar
  9. Eu já desisti da minha licenciatura para trabalhar numa empresa, em que saí para ir estudar! E passado 5 anos, lá estou de regresso! Agora quero e vou ser a melhor lá dentro!
    Ritissima Blog

    ResponderEliminar
  10. Sabes eu por mais que me esforce, por mais que tente ser boa profissional, quando nos pisam dia após dia a paciência esgota-se. Estoou farta, farta, farta de ser maltratada, por mais que me levante todos os dias de manhã com a esperança que as coisas vão correr melhor. Um dia destes explodo.

    ResponderEliminar
  11. Embora não tenha passado por experiências assim, concordo com tudo o que escreveste porque sei que vou passar por algo do género a partir de Agosto deste ano. Eu só não sei o que me atormenta mais. Achar que não tenho currículo para os "trabalhos" que estou a considerar, ou achar que esses "trabalhos" não me vão realisar a 100%. Acho que só o tempo dirá, mas de qualquer modo, com pouco ou muita confiança, acho que me vou "atirar de cabeça", porque na realidade não tenho nada a perder.

    ResponderEliminar
  12. É quando saímos da faculdade que sentimos na pele todas essas coisas. Por mais experiências dessas que nos contem, só vamos ter uma noção real quando passarmos por elas. Claro que, por um lado, era melhor não as vivermos, mas por outro tornam-nos mais fortes

    ResponderEliminar
  13. Eu estou cheinha de medo e ainda falta, pelo menos, um ano e meio para lá chegar.
    kiss na cheek

    ResponderEliminar
  14. Tal e qual. Depois da faculdade temos de finalmente assumir que somos adultos.

    ResponderEliminar
  15. Como este texto me diz muito. E já lá vão mais de quatro anos desta angústia da incerteza e da precariedade.

    ResponderEliminar